Follow by Email

Total de visualizações de página

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

segunda-feira, 4 de março de 2013


TRAIÇÃO

(O patrão espera a patroa sair e começa a dar em cima da empregada).

Empregada - ( Começa a limpar os móveis cantando) “ 234 –567 esta na hora de molhar o biscoito”.

Arnaldo - Dá um tapa na bunda da empregada.

Empregada - Para com isso Sr. Arnaldo, Dona Clotilde pode chegar.

Arnaldo - Não! Ela hoje vai chegar mais tarde.

Empregada - O Sr. Tem certeza? Olha lá heim!

Arnaldo - Vem cá gostosa (começa agarra-lhe e beijar)

Empregada - Ah! espera ai seu Arnaldo. (se atraca com o velho) assim eu não agüento, me da um fogo ai! Seu velho tarado.

Arnaldo - Meu amor. (Joga a empregada no sofá e começa a beijá-la).

Empregada - Para Sr. Arnaldo, D. Clotilde pode chegar.

(Chega dona clotilde)

D. Clotilde - Arnaldo meu bem, cheguei! Mas o que está acontecendo aqui?

Empregada - Dá um pulo e diz, D. Clotilde não está acontecendo nada. O espanador caiu atrás do sofá e seu Arnaldo estava me ajudando.

Arnaldo- Coitadinha, tropeçou e eu fui ajudar ela a levanta.

D. Clotilde- Você tá é com outra coisa levantada meu querido.

D. clotilde- Bem que minhas amigas avisaram. (esbravejando) que não ia dar certo você com esta sainha curta aqui dentro de casa.

Empregada - Calma D.Clotilde eu só queria molhar o biscoito...

Empregada - Mas... (contado a empregada) meu bem não aconteceu nada.

D. Clotilde- Arnaldo seu safado, você não se enxerga ( tapa na cara ) eu não sou cega.
Arnaldo- Agora é assim? Você esta acabada, cheia de celulite, seu tempo terminou. Quer saber, eu vou ficar é com ela mesmo fui ok.

D. Clotilde - Mas Arnaldo!
Empregada- Dona Clotilde bye bye.
D. Clotilde- ( indo atraz) Arnaldo!